quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

GELADEIRAS ASSASSINAS!

Sua geladeira pode te matar


Nunca coloque carne na prateleira de cima e tome cuidado com vegetais crus. Sua geladeira pode causar mais doenças do que você imagina



(Crédito: ARENA Creative / Shutterstock.com )
(Crédito: ARENA Creative / Shutterstock.com )
Quem acha que a geladeira é um abrigo seguro para seus alimentos está enganado. De acordo com o site Mail Online, as prateleiras do seu refrigerador podem conter mais de 750 vezes o número de bactérias considerado aceitável


Quem acha que a geladeira é um abrigo seguro para seus alimentos está enganado. De acordo com o site Mail Online, as prateleiras do seu refrigerador podem contermais de 750 vezes o número de bactérias considerado aceitável. Sendo que algumas delas podem até matar, como a E. Coli, a salmonella e a listeria.



No Reino Unido, de acordo com a Agência Britânica de Padrões Alimentícios, cerca de 1 milhão de pessoas sofrem de doenças causadas por alimentos mal estocados. Portanto, entender como guardar seus alimentos da geladeira pode te prevenir destes tipos de enfermidades, normalmente causados por bactérias.


Alguns germes podem sobreviver a baixas temperaturas:


Muita gente pensa que basta congelar um alimento para matar as possíveis bactérias que neles habitam. Errado. Na verdade, o congelamento só diminui o ritmo de reprodução delas.

Além do mais, alguns tipos de bactérias se reproduzem muito bem de -1 a 4 graus. Estes germes estão normalmente presentes nos queijos bries, carnes frias, patês e peixes defumados.

Portanto, deve-se manter sua geladeira na temperatura correta. O recomendado é de 5 graus para baixo, mas a maioria das pessoas os deixa de 6 graus para cima. Não deixe o refrigerador aberto por muito tempo nem coloque comidas quentes, isso faz com que a temperatura interna do seu eletrodoméstico diminua.


Limpe sua geladeira:


“Demandamos muito mais dos nossos refrigeradores do que há 10 anos”, destaca professor Tom Humphrey, da Universidade de Liverpool. Nossos pais guardavam jarras, geleias e ketchups abertos no armário. Hoje, a indústria coloca menos conservante nesses produtos e temos que guarda-los na geladeira assim que abertos.

Ou seja, os refrigeradores atualmente têm que trabalhar bem mais. Portanto, a regra básica de higiene nestes eletrodomésticos é abaixar a temperatura se ele estiver cheio de mais. Certifique-se de limpá-lo uma vez por semana com água quente e desinfetante. A área mais importante é o compartimento de carne crua. Se estiver cheirando, então, certamente precisa ser lavado.


Nunca coloque carne na prateleira de cima:


Não se deve colocar carne acima de outros alimentos porque elas podem contaminar o que estiver em baixo delas. As prateleiras têm fendas e cantos, pelos quais as bactérias podem passar.

Quando esses frangos forem cozinhados, esses germes serão mortos, mas um alimento como salada, que estiver na prateleira de baixo, é comido cru. No Reino Unido, em Birmingham, 40% dos frangos embalados nos supermercados estavam contaminados em 2010.

Deve-se também colocar as comidas que serão consumidas crus longe de alimentos processados, cozidos em casa ou carne crua. Peixes normalmente não estão contaminados, mas eles estragam rápido.


Cuidado com os vegetais crus:


Vegetais normalmente causam muitas infecções por bactérias. Não e à toa que já mataram 23 pessoas no Reino Unido ano passado. O E. Coli, verme presente nestes alimentos verdes, sobrevivem ao congelamento e se encontram nas sujeiras que eles apresentam.

Portanto, é necessário lavar os vegetais com água parada, pois a água corrente pode espalhar os germes na sua pia. Depois de limpos, os vegetais devem ser guardados em um compartimento separado na geladeira. E, claro, longe e acima das carnes.


Não confie no seu nariz:


Muitas vezes, uma comida que pareça ótima e não esteja cheirando pode estar contaminada. Não se pode mais confiar neste antigo método. Em geral, 3 dias são o limite para consumir uma comida processada já aberta. Depois disso, já não é mais recomendável consumi-la.

Nenhum comentário:

Postar um comentário